Quando olho pra essa coleção da Gucci (Menswear Spring 2016) me vejo quase que inteiramente nela. O estilista Alessandro Michele traz de volta o DNA do auge da marca, apesar de ser de uma forma sutil e às vezes até indireta, mas é possível reparar nas estampas de G's (tradicionais da marca), nas listras verde e vermelho - cores símbolos da brand - e no toque 70tista que eu amo, de um dos vários períodos de TOPO-TOP da grife. Claro, tudo isso entre rendas, bordados, brocados, aplicações e tecidos variados. Olho pra essa apresentação e vejo um europeu (com maior queda para a França) que veste peças em handmade, camisas de laço, pijamas-looks em seda e muitas cores - sem medo algum - não apenas pra ficar em casa, mas pra sair por aí, se divertir, passear e até trabalhar. Como bem faria eu com diversas peças, mas principalmente com todos os cintos de GG maiores (que já tá na minha lista) e as bolsas. O gostoso desse período, é essa poesia em forma de moda, que a marca apresenta combinando o inusitado sabe!? Desafiando o público, a apostar nos looks mais engomadinhos e não deixar de aproveitar os dias em que quer estar mais relax com as combinações "pijama". Como sou apegado aos detalhes, minha seleção não apresenta todos os looks de maneira inteira, mas mais aproximados e focados, pra que vocês percebam a riqueza, o cuidado e a beleza bem de pertinho. Vejam!

*Publipost

Bjox????????????